giovedì 28 gennaio 2010

Il presidente Lula soffre una crisi di ipertensione


Lula teve a crise de hipertensão quando estava no avião que o levaria para o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.
Ele foi internado no Real Hospital Português de Beneficência (RHP), na capital pernambucana, onde passou a noite.

O médico cardiologista Roberto Kalil Filho recebeu Lula nesta manhã no Pavilhão das Autoridades do Aeroporto Internacional de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, e conversou rapidamente com o presidente. O presidente está bem cansado, assim como eu, pois não dormimos a noite inteira. O presidente é uma pessoa saudável", afirmou o médico.

De acordo com o médico cardiologista, Lula teve um aumento de pressão arterial na noite de quarta, que foi controlado com remédios ainda no Recife, onde o presidente estava. "Fizeram uma avaliação clínica no Recife e acharam por bem dispensá-lo porque estava tudo bem", disse Kalil Filho. De acordo com o médico, o exame de saúde geral de Lula estava previsto para ocorrer no início do ano e deve ser realizado nos próximos dias. Eu gostaria que essa avaliação fosse feita o mais rápido possível, nos próximos dias", acrescentou.

Na quarta, Lula participou de eventos ao lado da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidencia. Em um dos eventos, a inauguração de uma unidade médica, fazia muito calor, de acordo com relatos da imprensa do Recife. À noite, Lula foi a um jantar com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas. A assessoria do presidente informou que Lula cumpriu agenda no Recife “cansado e indisposto”. Ao deixar o jantar com o governador Eduardo Campos, ele continuava indisposto.

Segundo a assessoria informou ao G1, Lula estava dentro da aeronave quando o médico detectou o quadro de crise hipertensiva.

O médico aconselhou, então, Lula a ir ao Hospital Português e fazer uma bateria de exames. Ele passou por um eletrocardiogama, um raio-x no tórax, uma tomografia de tórax, um ecocardiograma e exames de sangue. Segundo a assessoria, os resultados não apontaram qualquer problema adicional, a não ser a pressão alta.

Os assessores informaram ainda que Lula foi medicado com diuréticos e sua pressão já estava normalizada em 13 por 8 por volta das 3h.

Fonte : G1


Nessun commento:

Posta un commento

Lasciate qui un vostro commento