Home News Tedesco ucciso a colpi di machete a Pipa

Tedesco ucciso a colpi di machete a Pipa

8
0
CONDIVIDI

Inizio di anno all’insegna della violenza nella nota località balneare di Pipa sul litorale di Natal . Un tedesco di 58 anni in regola con il permesso di soggiorno , sposato e residente a Pipa da un anno è stato trovato ucciso a colpi di facao ( Grosso coltello ) che gli ha addirittura staccato un braccio ! La polizia non ha per il momento ritrovato l’arma del delitto nè ha ipotesi sulle cause dell’omicidio .

Alemão é morto com golpes de facão na praia de Pipa

A Polícia Civil iniciou a investigação sobre a morte de Winfried Tiel, de 58 anos, cujo corpo foi encontrado no último dia 01 de janeiro no trevo que dá acesso à praia de Pipa. O titular da Delegacia de Homicídios (Dehom), Marcus Vinícius, foi destacado especialmente para esse caso. Até o fechamento dessa edição, o delegado de Pipa, Raimundo Lucena, esperava pela chegada do titular da Dehom na praia, de acordo com informações colhidas na Delegacia de Pipa.
Winfried Tiel foi morto aparentemente com golpes de facão e teve um dos braços decepados, segundo informou o tenente-coronel Freitas. Não há pistas de quem cometeu o assassinato e nem dos motivos que levaram ao crime. “Ainda estamos no início da investigação e não existe nenhuma hipótese colocada”, afirmou o tenente-coronel Freitas. O alemão, que era técnico em eletrônica, morava em Pipa há um ano e não tinha emprego fixo.
O delegado Raimundo Lucena ouviu a esposa de Winfried Tiel, que não pôde passar muitas informações porque estava muito emocionada. “Falei apenas com a esposa dele antes de passar o caso para o titular da Dehom. Ela não teve condições de falar, nem queria prestar depoimento porque estava muito emocionada”, disse Lucena. A mudança de delegacia, da delegacia de Pipa para a Homicídios se deu por questão de estrutura. “A Dehom tem mais pessoal, mais estrutura para fazer a investigação e por isso o caso teve essa mudança”, complementa.

A reportagem da TRIBUNA DO NORTE conversou com o delegado Marcus Vinícius, mas ele disse que não havia novidades no caso. “Não temos informações, não encontramos a arma do crime e nem temos suspeitos”, disse. Winfried Tiel, segundo o delegado, morava na parte mais afastada da aglomeração urbana da praia e estava regularizado no Brasil.


Booking.com

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here