Home Vivere in Brasile Mantega : il governo considera prioritario creare le condizioni per ridurre la...

Mantega : il governo considera prioritario creare le condizioni per ridurre la SELIC

3
0
CONDIVIDI

Em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira que a redução da taxa básica de juros, hoje em 12,5% ao ano, é “prioridade” para o governo.

 Aos parlamentares, ele fez um apelo para que não sejam aprovadas medidas que representem aumento de gastos, como a criação de um piso salarial nacional para bombeiros e policiais, e afirmou ainda que, independentemente da crise financeira mundial, a inflação é uma “preocupação permanente” do governo, que busca controlá-la.

“Criar as condições para baixar a Selic me parece prioritário nesse momento. Mas não se pode baixar a taxa de juros de forma voluntarista. Temos de olhar para a inflação, garantir que ela esteja sob controle e, aí sim, trabalhar sobre os juros. Agora temos espaço, porque o governo está determinado a fazer política fiscal que abre essa condição”, disse.

“Esse cenário internacional naturalmente nos coloca desafios. O primeiro é que continuemos essa trajetória de bons resultados primários. O que o governo faz é um esforço para que as despesas de custeio sejam controladas, cresçam menos que o PIB (Produto Interno Bruto), e que novas despesas não sejam criadas. Devemos fazer essa contenção de gastos de custeio este ano para abrir espaço para investimentos e desonerações tributárias”, explicou.

“Estamos sempre vigiando a inflação. Tem que ser uma preocupação permanente de todos nós, e estamos olhando. Daqui para a frente, diria que ela está em um caminho mais benigno”, afirmou Mantega, que defendeu ainda a ampliação da taxa de investimento no Brasil para um patamar de até 24% do Produto Interno Bruto (PIB).

“Temos que continuar estimulando o investimento, que tem que ultrapassar os 20% do PIB. Está um pouco aquém. Vamos chegar a 23%, 24%”, declarou. Ele admitiu, no entanto, que há uma rotineira pressão por aumento de benefícios sociais, como programas de transferência de renda, mas disse que essas medidas destinadas à população carente também “são considerados essenciais e prioritários”.

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here