martedì 13 settembre 2011

Clamoroso : cancellato il Salone Immobiliare di Sao Paulo per scarsità di offerta !!


Il Salone Immobiliare di Sao Paulo di quest'anno è stato cancellato per insufficiente offerta di immobili , è quanto è stato dichiarato dal Secovi -SP.

 Le imprese costruttrici stanno affrontando mancanza di mano d'opera e lentezze burocratiche nella approvazione nei nuovi progetti .  Nella scorsa edizione furono presentati oltre 250 000 immobili nuovi ed usati con un giro di affari di R$ 650 000 000 nel corso dei quattro giorni di fiera . La maggiore ricerca dei consumatori si concentrò nella fascia dai R$ 120 000 ai R$ 300 000 .                                                         
 O Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) informou hoje que, em razão da escassez da oferta de imóveis para atender à demanda dos consumidores, cancelou a edição 2011 do Salão Imobiliário São Paulo (SISP), que ocorre anualmente no Anhembi, em São Paulo.

Segundo o presidente do Secovi-SP, João Crestana, a falta de opções de imóveis para exposição no mercado de São Paulo está na dificuldade das empresas em acelerar o ritmo das obras. "Enfrentamos uma carência de mão de obra, falta de materiais de construção e burocracia na aprovação de projetos", afirmou Crestana.

De acordo com o Secovi-SP, o evento - onde as empresas expõem opções de imóveis diretamente aos consumidores - deverá ser retomado em 2012, mas com edições a cada dois anos.

Em 2010 o mercado imobiliário de São Paulo registrou crescimento na participação da classe média na compra de imóveis, o que resultou no escoamento dos estoques das incorporadoras e no aumento de preços das unidades habitacionais novas e usadas.

A edição do ano passado da SISP contou com cerca de 250 mil imóveis novos e usados, residenciais e comerciais. A maior procura dos consumidores foi por imóveis na faixa de R$ 120 mil a R$ 300 mil. Os organizadores registraram nos quatro dias da feira vendas de R$ 650 milhões.

Nessun commento:

Posta un commento

Lasciate qui un vostro commento