lunedì 5 dicembre 2011

I cinque Paesi che crescerenno di più nel 2012




Sulla rivista EXAME  è apparso questo articolo dove sono riportati i risultati di una previsione  della Morgan Stanley sui Paesi che cresceranno di più nel 2012 .


O cenário não é nada animador para o próximo ano. A Europa ainda lutará para sair da crise e a China vai pisar no freio. Os problemas levaram o banco Morgan Stanley a afirmar que a economia mundial vai crescer menos, em 2012, do que o já difícil ano de 2011.

Em números, Morgan Stanley espera uma expansão de 3,5% no ano que vem, ante os 3,9% deste ano e os 5,2% de 2010.
Mas há um grupo de países que deve contrariar essa tendência e aumentar o ritmo de crescimento. Confira cinco países destacados pelo Morgan Stanley e apresentados em reportagem do site Business Insider:
Austrália
O país deve crescer 3,1% no próximo ano, praticamente o dobro do previsto para 2011, segundo o Morgan Stanley. A China é um dos mais importantes parceiros comerciais da Austrália, já que compra seus produtos minerais.
Mas a desaceleração da China não deve ser um problema para os australianos, segundo o Morgan Stanley. Isso porque os analistas esperam que o banco central do país adote medidas para estimular o crescimento, caso a freada chinesa seja maior que a prevista.
Rússia
Rússia pode crescer 5% no próximo ano, mais do que os 4,5% esperados para 2011, de acordo com o Morgan Stanley. O banco espera que, após as eleições de março, os investimentos privados voltem com força. Além disso, o país deve se beneficiar com a alta do preço do petróleo e com a valorização do rubro.
Tailândia
A economia tailandesa deve crescer 4,5% no ano que vem – um ritmo bem mais forte que os 2,4% esperados para este ano. Para o Morgan Stanley, o que vai elevar o ritmo da Tailândia são os trabalhos de reconstrução do país, duramente castigado por inundações.
Segundo o banco, o governo local aumentou o déficit público para custear as obras, e pode elevar ainda mais os gastos no próximo ano.
Brasil
Sim, também fomos lembrados pelo Morgan Stanley. Para o banco, o Brasil vai crescer 3,5% no ano que vem – ligeiramente acima dos 3,1% previstos para 2011. Os analistas apostam que o ciclo de corte de juros, iniciado recentemente, deve estimular a economia em 2012. O problema, advertem, é o risco de enfrentarmos uma inflação alta.
Estados Unidos
Os Estados Unidos foram o último país citado pelo Morgan Stanley. A expectativa é que a economia local cresça 2,2% em 2012, ante 1,8% neste ano. O banco reconhece que, diante dos problemas do país, a taxa de expansão ainda será anêmica – e cercada de dúvidas, sobretudo sobre como os Estados Unidos vão conciliar maior rigor fiscal com estímulo ao desenvolvimento.


1 commento:

  1. Cresceranno casomai..........
    comunque bravissimo Antonio, continua così e grazie per il tuo lavoro.

    RispondiElimina

Lasciate qui un vostro commento