Home immobili Dal 1° Marzo al 30 Aprile il Leone aspetta la vostra Declaraçao...

Dal 1° Marzo al 30 Aprile il Leone aspetta la vostra Declaraçao de Renda Pessoa Fisica 2013

5
0
CONDIVIDI

E’ arrivato il momento di incominciare a raccogliere la documentazione sparpagliata nei cassetti o custodita ordinatamente in una cartellina per consegnarla al vostro Contador affinchè presenti la Dichiarazione dei Redditi 2013 Persona Fisica .
Avete tempo dal 1° Marzo a 30 di Aprile per presentarla , dopodichè scatta la multa di  minimo R$ 165,74  : il Leone non perdona !
Come gli altri anni un programma sarà disponibile su internet sia per la compilazione del modello che per l’invio .Non è possibile , già dal 2010 consegnare il modello in forma cartacea .  Naturalmente non aspettate l’ultimo giorno perchè i brasiliani fanno tutti così ed il server della Receità Federal gli ultimi giorni si blocca per sovraccarico . 
Sono obbligati alla dichiarazione coloro che nel 2012 hanno percepito un reddito tributabile  superiore a  R$ 24.556,65 o anche  non tributabile ma superiore a R$ 40 000 , guadagni di borsa , beni immobili di valore superiore ai  R$ 300 000  , ecc.
Non chiedetemi dettagli sulla dichiarazione , io porto tutto dal mio ottimo contador da 9 anni , ovvero da quando ho fatto la prima dichiarazione in Brasile , e cerco di non rompermi la testa come facevo in Italia per tentare di capire il “burocratese ” .
O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2013, ano-base 2012, começa em 1º de março e vai até o dia 30 de abril deste ano. Quem perder o prazo está sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74, informou a Secretaria da Receita Federal.
A Secretaria da Receita Federal disponibilizará o programa do Imposto de Renda 2013, necessário para realizar a declaração pelos contribuintes, a partir das 8h do dia 25 de fevereiro.
A declaração poderá ser enviada pela internet, por meio da utilização do programa de transmissão da Receita Federal (Receitanet), ou via disquete, nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal durante o horário de expediente. A entrega do documento, via formulário, foi extinta em 2010.
Segundo a Receita Federal, estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 24.556,65 em 2012 (ano-base para a declaração do IR de 2013).
Também estão obrigados a apresentar o documento os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado.
A apresentação do IR obrigatória, ainda, para quem obteve, em qualquer mês de 2012, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.
Quem tiver a posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2012, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil, também deve declarar IR neste ano.
A obrigação com o Fisco se aplica também àqueles contribuintes que passaram à condição de residentes no Brasil. A regra também vale para quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda.
Também é obrigatória a entrega da declaração de IR 2013 para quem teve, em 2012, receita bruta em valor superior a R$ 122.783,25 oriunda de atividade rural.
O documento também tem de ser entregue por quem pretenda compensar, no ano-calendário de 2012 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2012, informou a Receita Federal.
Segundo o Fisco, a pessoa física deve relacionar, na declaração do IR, os bens e direitos que lhe pertencem, no Brasil ou no exterior, assim como suas dívidas. 
Caso o contribuinte tenha imposto a pagar em sua declaração do IR, a Receita informou que isso poderá ser dividido em até oito cotas mensais, mas nenhuma delas pode ser inferior a R$ 50. O pagamento integral do imposto, ou de suas quotas e dos acréscimos legais, pode ser efetuado mediante: transferência eletrônica de fundos por meio de sistemas eletrônicos dos bancos; Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), em qualquer agência bancária; ou débito automático em conta-corrente.
Fonte : O Globo

Booking.com

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here