Home economia Aragoste ? No , grazie !

Aragoste ? No , grazie !

12
0
CONDIVIDI

Attenzione amici che , come me , andate ad acquistare il pesce fresco e le aragoste alla praia da Redinha . Come sapete dal 1° Dicembre al 31 Maggio è proibita la pesca delle aragoste che sono in fase riproduttiva , tuttavia tutti sanno che qualche pescatore sempre le offre in vendita .


Ebbene state attenti perchè la multa per i consumatori anche se turisti varia dai 700 a 100 mila reais ( Questo valore mi sembra esagerato ma è il valore riportato dal Globo ) oltre al processo PENALE . Il pescatore dal canto suo rischia tre anni di carcere e  R$ 8000 di multa . 

Nell’articolo che segue l’IBAMA prende 150 kg di aragoste fresche pronte per essere vendute nella praia da Redinha . 

Agentes de fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apreenderam 150 kg de lagostas frescas das espécies vermelha ( Panulirus argus ) e cabo-verde ( Panulirus laevicauda) nesta segunda-feira (11), na praia da Redinha, em Natal, divulgou o órgão ambiental.
Os crustáceos estavam com um adolescente. A mãe do jovem será autuada, e deverá responder na Justiça por crime ambiental, cuja pena é de até três anos de detenção.
Também cabe multa, a qual poderá chegar a  R$ 8 mil reais. As espécies apreendidas estão em fase de reprodução e são protegidas pelo defeso, que iniciou no dia 1º de dezembro e prossegue até 31 de maio. Nesse período ficam proibidos a captura, o transporte, a estocagem, o beneficiamento e a comercialização de lagostas, salvo se tiverem sido capturadas em período anterior e estejam acobertadas pela “Declaração de Estoque” – documento protocolado no Ibama.
Quem desrespeita as regras do defeso – inclusive consumidores e turistas – pode sofrer multas que variam de R$ 700 a R$ 100 mil, além do processo penal.
Ainda segundo o Ibama, os consumidores devem seguir algumas regras simples antes de adquirir lagosta em época do defeso. A primeira delas é nunca comprar o crustáceo fresco ou vendido por ambulantes, pois isso indica que a captura foi recente. Também não devem ser compradas lagostas cortadas em pedaços (filés), nem com caudas menores que 13 centímetros (para a espécie vermelha) ou 11 centímetros (para a espécie cabo-verde). Por fim, exigir que o estabelecimento mostre a “Declaração de Estoque” e forneça a nota fiscal.
Importância do defeso
As lagostas têm grande importância para o equilíbrio da vida no mar e também para a economia do Rio Grande do Norte. Centenas de famílias de pescadores dependem desse recurso para sobreviver, porém os estoques naturais estão cada vez mais baixos. Nos últimos quatro anos, a exportação de lagostas no RN foi reduzida em mais de dois terços: de 380 toneladas em 2008 para apenas 112 toneladas em 2012.
CONDIVIDI

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here