mercoledì 31 luglio 2013

Quattro brasiliani bloccati alla frontiera spagnola e deportati in Brasile dopo tre giorni di confinamento



Quatro brasileiros, entre eles duas baianas, afirmam que foram deportados da Espanha depois de ficarem três dias detidos em um alojamento com condições precárias. Segundo eles, o voo saiu no sábado (27) e chegou no domingo (28) no Aeroporto de Barajas, em Madri.

O grupo chegou na capital baiana na noite de terça-feira (30). Eles contam que não houve motivo para a deportação. A estudante de Feira de Santana, Larissa Lima, acredita que a medida pode ter acontecido por discriminação. “Estávamos todos com o passaporte válido, documentos válidos, dinheiro, que eles alegavam tanto, carta de convite, tudo, e mesmo assim eles não deixaram a gente entrar.

 Trataram a gente como se fóssemos bandidos. Foi por discriminação de brasileiros porque não tem motivo, eles não tinham motivo de fazer isso com a gente. O governo brasileiro deveria fazer a mesma coisa pra ver se acordam para vida. A gente que tem que rever nossos conceitos enquanto estrangeiros. Estrageiro aqui é tratado como rei e a gente é tratado como cachorro lá? Não tem cabimento isso", afirma.

Outro passageiro também se indignou com o tratamento que recebeu lá. “A gente pegou o voo aqui em Salvador às 21h50 e chegamos em Madri às 10h55. Desembarcamos, e na hora da imigração a gente foi selecionado acho que na fila. E retiraram a gente da fila, me retiraram da fila. Me levaram para uma outra sala e fizeram várias perguntas. Me levaram um raio X e depois disso me levaram na esteira para retirar minha bagagem. Depois me conduziram a outra sala, na verdade um alojamento que eles têm lá. E pediu para aguardar até hoje, dia 30, para retornar para o Brasil.

Levei uma multa na Suíça porque meu visto estava atrasado da outra viagem e eles disseram que estava com restrição. A gente tinha dinheiro, não podia comprar nada, a gente não podia falar com ninguém. A gente ficou restrito ali naquele alojamento. E hoje na volta nos conduziram a uma viatura policial, atrás do camburão da viatura policial. Nos conduziram até o avião e a gente pegou o passaporte aqui [Salvador] já, no controle da Polícia Federal”, relata Gilliard Silva, produtor musical.

A cuidadora de idosos Genildete Ramos, que também está entre os quatro brasileiros deportados, afirma que estava indo para Itália e que toda a documentação dela está regular. “O alojamento é umas cadeiras, tem uns beliches. Na última vez que tomei banho foi no sábado, em casa. A comida, o café chegava às 10h. Aquele pão duro, aquele café frio, que eu nem comia. O almoço chegava 3h”, reclama.

Genildete conta ainda que é hipertensa e que todos os medicamentos que toma foram confiscados na Espanha. Os remédios só teriam sido devolvidos após ela ter se sentido mal. “Eu tenho amigo, tenho onde ficar. O casal me esperava no aeroporto. Não vi motivo para eles fazerem isso, se eu não ia ficar ali. Tudo bem, não quisesse deixar passar, mas não largar a gente aí como se fosse uma punição. Teve uma hora que eu desmoronei de nervosa dentro do camburão. Eu falei: ‘poxa, não precisava isso’", lamenta.

A Embaixada da Espanha no Brasil informou que os quatro brasileiros estavam com impedimentos para ingresso no país. O órgão disse que um deles está proibido de entrar na Espanha até 2015 e que um outro disse que ia trabalhar, mas estava com o visto de Portugal vencido.

Segundo a embaixada, as outras pessoas que foram deportadas estariam indo trabalhar na Itália, mas não tinham visto de trabalho. O órgão negou abusos e atos de perseguição aos brasileiros. O Itamaraty informou que até junho de 2013, 150 brasileiros foram deportados da Espanha por não cumprirem os requisitos de entrada no território espanhol.

Fonte : O Globo 


8 commenti:

  1. Purtroppo molte volte esagerano, ma ultimamente l'italia si sta riempiendo di "garotinha" con carta di invito falsa ecc.. La Spagna conosce questo problema e cerca di arginare la loro venuta!!!

    RispondiElimina
  2. la garotinha come la chiami tu non ha PIU interesse ad andare a fare programma in italia dove le rumene si vendono per 30 euro e le nigeriane per 20 !! sveglia terzo mondo !! una brasiliana qui fa programma per lo meno a 200 rs a salire gartinha ... ormai il brasiliano che vai em europa e in italia da de cvc e va de ferias kkkk

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Forse intendeva garotinhas con il pomo d' adamo e il piede 43!

      Elimina
    2. No intendevo proprio "garotas de programma"...... l'italiano purtroppo è sempre attratto dalla carne morena provate ad andare in un locale brasiliano qui in Italia il 90% delle ragazze so tutte così...e non mi venite a dire il contrario i voli da Fortaleza sono piene di ragazze che vengono in Italia dopo aver conosciuto il gringo in Brasile poi si scocciano e per rimanere si danno al mestiere più vecchio del mondo.. sono poche quelle con i soldi che vengono in vacanza e la maggior parte provengono dal sud del Brasile!!! Secondo voi perchè la Spagna attua questa politica??!? Sono impazziti?!!?

      Elimina
    3. questo video girato bem 4 anni fa e passato come vedi dalla globo ti da le info che chiedi https://www.youtube.com/watch?v=bs-Ksg923-4 per il resto tronco qua la conversa perche non e e livello mio mentale parlare di puttanieri che vanno a fortaleza e fanno credere a qualche ormai rara e povera sfigata del depresso ceara che na italia e so primero mundo , ps mia cognata e partita lunedi da un paese del interior bahiano dove viviamo che dista ben 400 km per salvador ha preso un volo tap con un passeios de 40 persone e dopo essere sbarcati a lisbona fanno 2 giorni a monaco 1 a vienna e poi de bus stanno 15 giorni a cavallo della frontiera di croazia , slovenia, bosnia erzegovina ,perpoi ritornare a budapest e riprendere il volo per lisbona e poi Bahia ... come vedi non e del sud non gli e ne frega niente di conoscre nessun gringo , non va in italia perche ce stata lo scorso anno sempre com cvc , per finire la reciporcita e in atto fra i 2 paesi ma in questo momento storico ce piu architetti e ingegneri spagnoli che vengono qua a cercare lavoro che brasileri che vanno la in europa e a mio parere il governo Brasilero fa benissimo a barrare chi non ha i requisiti per stare qua

      Elimina
    4. Sono contento per tua cognata e per il pacchetto superbarato che avrà comprato con le solite rate mensili... Il Brasile ha bisogno di ingegneri ed architetti e gente che voglia lavorare che aimhè in Brasile mancano come il pane... per i lavori dei mondiali sono ancora indietro... Spero che questo Gigante si risvegli prima o poi... ma ne dubito fortemente... Xauuu

      Elimina
  3. Le solite menate brasiliche! Per 4 che hanno respinto ne sono passati almeno 1000 senza problemi, non credo proprio che i doganieri spagnoli siano degli stolti.

    Sentito da mia moglie alla dogana nel banco a lato:
    Poliziotto..dove va'? Brasiliano da un mio amico P a che indirizzo? B non so' non ce l' ho qui (sfogliando un quadernino) P quanto tempo rimane? B non so' ancora
    P ma quanto ? 15 giorni 1 mese 3 mesi? B mmh booh metta 3 mesi! P come 3 mesi??!! quale e' il suo lavoro? B sono in ferie!.... il poliziotto si alza e se lo porta via... e poi torna a casa lamentandosi del trattamento

    RispondiElimina
  4. si in effetti bisognerebbe sentire tutte e due le campane in merito...

    RispondiElimina

Lasciate qui un vostro commento