lunedì 17 febbraio 2014

"A pizza tem uma alma , è uma expressao artistica " Andrea Lo Presti , Pizzaiolo !


A pizza tem diferentes contornos relacionados às tradições das famílias ao redor do mundo. No Brasil, ela é vista como um tira-gosto, diversas vezes servida no estilo "à francesa" ou como jantar improvisado através do delivery. Na Itália, a pizza faz parte da dieta mediterrânea, podendo estar no cardápio de todas as refeições do dia, como o arroz e feijão tipicamente brasileiros. É uma abordagem diferente do alimento que, junto com as massas, é a tradução da gastronomia italiana pelo mundo.

Andrea Lo Presti - italiano que vive há 8 anos no Brasil - é proprietário e pizzaiolo da Forno di Sicilia, pizzaria localizada na Praça do Moinho, no Peró, bairro de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Ele possui o diploma da Federação Italiana de Pizzaiolos e preza pela qualidade da tradicional pizza DOC italiana em seu estabelecimento, seguindo todas as regras e os padrões de qualidade para elaboração da pizza exatamente como na Itália.

"A pizza tem uma alma, é uma expressão artística. A simplicidade da pizza é formidável. Cada pizza é diferente da outra. O pizzaiolo tem que estar feliz, senão a pizza não será agradável. A receita de uma boa massa de pizza é água, farinha, sal, fermento e paixão", empolga-se o pizzaiolo.

Perguntado sobre qual a diferença entre a pizza brasileira e a italiana, Andrea é irônico: "É um mundo diferente, a distância entre uma pizza e outra é de um oceano". Para começar, segundo ele, o tamanho da pizza italiana é padrão, com 33 centímetros. As farinhas utilizadas (integral, manitoba, sêmola e 00) são importadas diretamente da Itália. No Brasil, utiliza-se a tipo 1, que ele não considera ideal para o preparo da massa. "Por ser mais fina e ter uma colagem diferente, a farinha italiana permite ser trabalhada por um tempo maior, com mais elasticidade, o que confere à pizza uma crocância diferenciada e alta digeribilidade".

Para preparar a massa, Andrea transforma a cozinha em um verdadeiro laboratório. Primeiramente, todos os ingredientes vão para a geladeira. Resfriados, o "alquimista" entra em ação: com o ambiente climatizado e a umidade do ar controlada, a mistura para a massa é preparada. Depois de pronta, ela fica 3 dias descansando com uma fermentação alcoólica gradual. No momento do preparo, nada de rolo para abrir a massa: "o verdadeiro pizzaiolo sempre abre a pizza com a mão", decreta Andrea.

A massa criada pelo pizzaiolo tem uma crocância diferenciada, com bolhas de ar, e os ingredientes utilizados no estabelecimento foram cuidadosamente selecionados. A quantidade de recheio também é padronizada com o método italiano, embora algumas adaptações foram implementadas para agradar o público da pizzaria. "Brasileiro adora pizza doce, então eu tive que incorporá-la no cardápio. Faço de banana com canela e de goiabada com queijo. É uma 'licença poética', como se diz por aqui", brinca Andrea, ressaltando que uma pizza de sabor chocolate ainda não está nos planos.


Curso para brasileiros

O sucesso das pizzas tipicamente italianas é tão grande que Andrea vai ministrar um curso técnico de participação para ensinar aos brasileiros a técnica, cultura, filosofia e política da pizza italiana. Todo o material de estudo já está sendo preparado, com apostilas e vídeos. O curso terá duração de 1 mês com 2 aulas práticas de 3 horas por semana. Os alunos que completarem o curso ganharão um diploma de pizzaiolo italiano. Para maiores informações, o telefone da pizzaria Forno di Sicilia é (22) 2645-1830.




Fonte : Globo 

1 commento:

  1. ho la fortuna di avere Andrea e la sua PIZZERIA (Forno di Sicilia) a qualche kms da dove abito e nello stesso tempo ho la sfortuna di avere problemi di linea ..... altrimenti sarei da Andrea quasi tutti i giorni. In verità io non ancora ma miei parenti che vivono in Cabo Frio RJ ormai sono diventati dei Clienti abituali di Andrea che è famoso anche per la sua focaccia farcita...di ogni ben di Dio! That's is the original "made in Italy"! Super.

    RispondiElimina

Lasciate qui un vostro commento