mercoledì 22 ottobre 2014

Domani , qui a Natal il Centro di Cultura Italiana festeggia con gli amici i 15 anni della "Festa do Macarrao "

                                                     logo_final_curva 2011

“È ora di pasta!” – 15ª Festa do Macarrão
Dia Internacional do Macarrão

Desde 1998 o Centro di Cultura Italiana MadrelinguA vem apresentando È ora di pasta!-Festa do Macarrão, em ocasião da comemoração do Dia Internacional do Macarrão (25 de outubro).
Consolidado no calendário gastronômico da cidade, esse evento é único no Brasil por apresentar um conjunto de documentos que permite conhecer a verdadeira origem deste alimento.

Lenda e realidade: as origens do macarrão

Por quem, quando e onde foi “inventado” o macarrão? Até não muito tempo atrás a lenda dizia que o mercador veneziano Marco Polo (1254 - 1324), ao voltar da China, teria introduzido a receita na culinária italiana. Entretanto, existem provas que mostram que tudo começou antes e em outro lugar.
            A mistura de água e farinha de trigo duro (triticum durum) já era conhecida na Mesopotâmia e na área do Mar Mediterrâneo desde 1.000 a.C.. Mas é na Sicília do século XII que a realidade prevalece sobre a lenda. Em 1154 o geógrafo árabe Al-Idrisi presenteia o rei normando Rogério II da Sicília com um livro, no qual ele descreve que “...em Trabia (cidade que ainda hoje existe) fabrica-se uma massa filiforme, a itriya e expedem-se grandes cargas em navios para a Calábria (região da Itália) e outros países do mundo islâmico.... Deduz-se, então, que se essa massa podia viajar durante semanas sem se deteriorar, só podia ser na forma de massa seca, isto é, mistura de água e farinha de trigo duro colocada ao sol escaldante daquela região. Assim nasceu o macarrão que conhecemos hoje!
            A partir desse momento, outros documentos (que também estarão expostos durante o evento) provam a difusão do macarrão ao longo do tempo pela península italiana e que, mais tarde, se difundiria no mundo inteiro.
_____________________________________________________________

O jantar será composto por:
2 entradas: Fantasia de bruschette (presunto cru italiano, patê de fígado e tradicional) e salada caprese;
3 massas: 1) Tortelloni ao molho de tomate fresco 2) Spaghetti com camarão e abobrinha 3) Tagliatelle alla bolognese.
Sobremesa: Bavarese de chocolate

Como em toda festa italiana, a música terá seu devido espaço com a alegria da voz do cantor italiano Paolo Fiore, interpretando as inesquecíveis melodias italianas.

Dia – 5ª-f 23 de outubro
Hora - 20:00h
Onde – Trattoria Bolognese, Av. Rodrigues Alves, 658, Tirol, Natal
Palestrante - Michele Maisto, diretor do Centro di Cultura Italiana MadrelinguA
Número de vagas: 50
Valor: R$ 70,00 (setenta reais) por pessoa
Reservas -  Trattoria Bolognese, tel.: 2010-9121
Informações: Centro di Cultura Italiana MadrelinguA   Tel.: 4141-6437 / 9991-0876

Michele Maisto
Diretor
____________________________________________________________________________________________________________________
Rua Souza Machado, 1034,–  Tirol  -   59015-080   –  Natal/RN  Brasil
Telefone: (84) 4141-6437 / 9991-0876                                          E-mail:madrelingua@supercabo.com.br

6 commenti:

  1. I tortelloni li vedrei meglio al burro fuso e salvia .

    RispondiElimina
  2. ciao, qualcuno può dirmi l'iter che serve per acquistare un appartamento principalmente per vacanze e in futuro per probabile trasferimento, zona Natal, grazie mille gabriele

    RispondiElimina
  3. Al burro fuso e salvia te li tirano dietro qui in Brasile!

    RispondiElimina
    Risposte
    1. :-) Vero! Se non ci metti anche una coscia di pollo dell' insalata e del riso ne lasciano li la meta'!

      Elimina
  4. Dimmi dove che ci vado!!!

    RispondiElimina
  5. Il 30 di Ottobre l'evento sarà ripetuto nello stesso locale . I 50 posti della prima edizione sono stati rapidamente esauriti e molta gente è restata fuori .

    RispondiElimina

Lasciate qui un vostro commento