lunedì 12 settembre 2016

Il credito rotativo raggiunge in Agosto il tasso delirante del 450% ! Chist so' pazz !!


As taxas de juros subiram de julho para agosto e encareceram ainda mais o crédito para consumidores e empresas, segundo pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

No caso das linhas para pessoas físicas, subiram as taxas cobradas na maioria das modalidades, com destaque para o cartão de crédito rotativo, cujos juros passaram de 447,44% ao ano, em julho, para 451,44% ao ano, em agosto. Na sequência, está o cheque especial. De 293,79% ao ano, a taxa passou de 296,33% ao ano, em agosto.

Considerando todas as modalidades, a taxa de juros média geral para pessoa física apresentou uma elevação: de 8,09% ao mês (154,35% ao ano) em julho para 8,13% ao mês (155,48% ao ano) em agosto de 2016. Essa é a maior maior taxa de juros desde agosto de 2003, de acordo com a pesquisa.

Para os próximos meses, a Anefac afirma acreditar que, "tendo em vista o cenário econômico atual, que aumenta o risco de elevação dos índices de inadimplência, a tendência é de que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas".

Fonte : Globo

3 commenti:

  1. Ma non esiste una legge anti-usura in Brasile? Possibile che sia legale avere degli interessi cosí alti? Quel povero Cristo che si trova indebitato a vita a causa di queste carte di credito non puó fare niente per proteggersi?

    Carlo

    RispondiElimina
    Risposte
    1. Certo che puo' proteggersi! Basta che compri le cose (spesso inutili) solo quando ha i soldi per farlo..

      Elimina
    2. potrebbe non indebitarsi. ogni giorno notiziari TV e Radio "gridano" al ladrocinio degli interessi sia su carta di credito che ceque special.....ma niente da fare il brasiliano prova una pulsione alla spesa inutile irresistibile e poi paga il prezzo o attende il momento del patteggiamento. Sic!

      Elimina

Lasciate qui un vostro commento