Home costo della vita Il Banco Centrale lascia inalterato il costo del denaro

Il Banco Centrale lascia inalterato il costo del denaro

6
0
CONDIVIDI

Il Comitato di Politica Monetaria ( Copom ) del Banco Centrale ha mantenuto per la quarta volta consecutiva il tasso di interesse all’ 8,75% all’anno , il medesimo valore dal 22 Luglio 2009 .

Il mantenimento del tasso questo mese era un evento già previsto dal mercato finanziario .
L’aspettativa degli economisti è che il tasso di interesse aumenti a partire dal mese di Aprile per raggiungere l’11,25% alla fine del 2010 .
A previsão de aumento dos juros neste ano passou a acontecer depois que o Banco Central alertou, no fim de setembro, de que a inflação poderia avançar no fim de 2010 e início de 2011. Isso seria consequência do crescimento da economia, estimado pela autoridade monetária em 5,8% para este ano.
Ao fim do encontro, o Copom divulgou a seguinte frase: “Avaliando a conjuntura macroeconômica e as perspectivas para a inflação, o Copom decidiu, por unanimidade, manter a taxa Selic em 8,75% ao ano, sem viés. O Comitê irá acompanhar a evolução do cenário macroeconômico até a sua próxima reunião, para então definir os próximos passos na sua estratégia de política monetária”. O próximo encontro do Copom está marcado para os dias 16 e 17 de março.
No Brasil, vigora o sistema de metas de inflação, pelo qual o Copom tem de calibrar a taxa de juros para atingir uma meta pré-determinada com base no IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Ao subir os juros, atua para conter a inflação e, ao baixá-los, avalia que a inflação está condizente com as metas.

Para este ano, 2010 e 2011, a meta central de inflação é de 4,50%. Entretanto, há um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Com isso, o IPCA pode ficar entre 2,50% e 6,50% sem que a meta seja formalmente descumprida.

O mercado financeiro prevê, atualmente, um IPCA de 4,6%, para 2010, e de 4,5%, em 2011. Já o BC previu no relatório de inflação, divulgado no final do ano passado, um IPCA de 4,5% para este ano e de 4,3% para 2011.

Fonte : G1

CONDIVIDI

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here