Home economia SELIC dovrà continuare a scendere per rilanciare l’economia

SELIC dovrà continuare a scendere per rilanciare l’economia

2
0
CONDIVIDI


L’indebolimento della crescita della economia brasiliana indurrà sicuramente un ulteriore taglio della SELIC  a fine Novembre . L’opinione diffusa è che ad ogni riunione la SELIC sarà  ridotta dello  0,5 % passando dall’attuale 11,5%  al 9-10 % nel 2012 . Questo dovrebbe consentire di dare vigore soprattutto ai consumi interni ma sempre che l’inflazione si mantenga sotto il 6% . Una inflazione fuori controllo renderebbe i titoli brasiliani poco attraenti per gli investitori ed una importante fonte di denaro fresco potrebbe venire meno . Ecco perchè il ministro Mantega sta studiando contemporaneamente una riduzione dell’IOF sugli investimenti stranieri .


A economia brasileira encolheu 0,32 por cento no terceiro trimestre ante o segundo, mostrou nesta quinta-feira o Banco Central (BC), reforçando o argumento para o ciclo de redução dos juros.
Na comparação com igual período do ano passado, o indicador subiu 1,45 por cento por cento em setembro e, em 12 meses, o avanço foi de 3,65 por cento.
Economistas atribuem a desaceleração da economia em parte a um desempenho pior do que o previsto da produção industrial, que tem sofrido com o acúmulo de estoques diante de uma demanda mais fraca e também com os efeitos da política monetária mais restritiva adotada pelo BC no primeiro semestre.
Mas, com o efeito que a crise internacional pode ter sobre a atividade econômica do país, o BC já iniciou um movimento de afrouxamento da política monetária, reduzindo a Selic em 1 ponto percentual, para os atuais 11,50 por cento ao ano. A expectativa do mercado é de que mais cortes venham.
“O ponto importante é que a visão do Copom (Comitê de Política Monetária do BC) de que a economia tinha desacelerado substancialmente desde meados de 2011 é correto”, escreveu o economista do Goldman Sachs, Paulo Leme, em nota. “A consequência disso é que o Copom deve continuar a cortar a Selic a um ritmo de 0,5 ponto por reunião.
Na opinião do economista-chefe do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn, a política de corte dos juros deve sustentar uma retomada da economia no ano que vem. “Um juro real de 3,5 por cento no Brasil é estimulativo”, afirmou, em referência é sua projeção de queda da Selic a 9 por cento em 2012 e expectativa de inflação próxima a 6 por cento. A previsão do resto do mercado para a Selic é um pouco maior, de 10 por cento.
Fonte : Reuters

Booking.com

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here