Traduzione dal portoghese: Italiano IT Português PT
Home economia Tombini : il Brasile crescerà ancora nei prossimi due anni

Tombini : il Brasile crescerà ancora nei prossimi due anni

7
0
CONDIVIDI

Il presidente del Banco Centrale Alexandre  Antonio Tombini ci fornisce alcune anticipazioni sulla crescita economica brasiliana dei prossimi due anni .” Il ritmo di attività economica aumenterà nel corso dell’anno e di quello prossimo, ovvero avremo una maggiore crescita nel 2012 rispetto al 2011 e nel 2013 , probabilmente , ancora più che nel 2012 .”
Lo so che questo scatenerà la solita domanda : cosa succederà dopo ? Ebbene tra due anni , molto probabilmente , avremo visto la fine o quanto meno l’attenuazione della crisi in Europa . Questo dovrebbe ridare vigore alle esportazioni brasiliane e , assieme ad un riduzione del valore del real anche ad un aumento degli investimenti stranieri . In caso contrario vedremo lo scoppio della bolla debito in Europa e saremo tutti ricoperti di “merda ” .

O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, disse hoje (23), em São Paulo, que o país vai crescer de forma mais intensa nos próximos dois anos. Um crescimento sustentado, segundo ele, pela demanda interna, por estoques industriais e pelo que chamou de “processo de flexibilização das condições macroeconômicas”. “O ritmo da atividade econômica irá se acelerar ao longo deste ano e ao longo do próximo ano, ou seja, teremos mais crescimento em 2012 do que tivemos em 2011 e, em 2013, possivelmente, mais do que teremos este ano”, disse Tombini.

Quanto à economia mundial, Tombini prevê crescimento menor este ano, “permanecendo em patamares relativamente baixos em comparação à história de evolução do PIB [Produto Interno Bruto] mundial”.

Tombini voltou a assegurar que a inflação brasileira está convergindo para o centro da meta estabelecida pelo Banco Central, de 4,5% no acumulado do ano. Para reforçar a previsão, Tombini lembrou que a meta de inflação foi cumprida, em 2011, pelo oitavo ano consecutivo. “Em relação ao sistema de metas, vemos que tem sido importante e bem sucedido para fazer com que a inflação oscile ao redor da meta”, disse.

Tombini participou em São Paulo do lançamento da ampliação do Sistema de Informações de Crédito (SCR), que fornece informações mais detalhadas sobre operações de crédito, como renda das pessoas físicas e faturamento das pessoas jurídicas. Até o momento, o sistema identificava, de forma facultativa, todos os clientes com operações totais iguais ou superiores a R$ 1 mil. A partir de 30 de abril, essa identificação vai ser obrigatória.

De acordo com o presidente do BC, com a ampliação do SCR, será possível identificar 96% das operações de crédito. “É uma cobertura que poucos países têm, se é que algum país tem esse tipo de cobertura de suas informações de crédito”, disse Tombini

Fonte : Exame 

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here