Home costo della vita Vida sem empregata domestica : problemi ed opportunità

Vida sem empregata domestica : problemi ed opportunità

15
3
CONDIVIDI

Non si può vivere in Brasile senza ” scontrarsi ” con un aspetto della realtà quotidiana che è quello della ” empregada domestica ” .
Ancora oggi , gli appartamenti di maggiori dimensioni prevedono due ingressi : uno principale che da accesso alla sala e l’altro che da accesso alla area di servizio , regno incontrastato della ” empregada domestica ” che li lavora e spesso dorme avendo a disposizione un suo piccolo quarto . 

La domestica , generalmente proveniente dall’interior dello Stato o dagli Stati più poveri del Nordeste è quella che , a suo modo , porta avanti la casa : pulisce , cucina , lava e stira gli indumenti ed occasionalmente si prende cura di bambini o anziani . Per la verità questo ultimo compito è a carica di un’altra importantissima figura : la babà o bambinaia .
Tutto ciò , con il progresso della legislazione del lavoro , sta lentamente ed inesorabilmente sparendo o meglio trasformando . Si perchè la totale sparizione comporterebbe un cambio culturale che non può avvenire se non nel corso di alcune generazioni .


La donna di classe medio alta  brasiliana non è educata alle attività domestiche e come potrebbe visto che è vissuta in un ambiente dove le madri non sapevano cucinare o mantenere in ordine la casa o occuparsi dei bambini . E’ molto più facile incontrare una donna con queste caratteristiche nella classe medio bassa . Se poi si scende alle classi basse il problema si ripresenta ma per mancanza di risorse economiche . Per questo motivo è difficile incontrare una buona domestica in Brasile . Le persone che finanziariamente avrebbero bisogno di lavorare per guadagnare sono spesso incapaci di cucinare o mantenere pulita la casa per mancanza di conoscenza .Pertanto vi ritroverete a mangiare immancabilmente riso , fagioli e pollo o carne tutti i giorni della settimana , con la variante di qualche ” maccaronata ” ogni tanto .

Ma ritorniamo all’argomento dell’articolo : la vita senza empregata domestica .Il problema è che con l’aumento del costo del lavoro è divenuto insostenibile , almeno negli Stati del Sud , mantenere la domestica fissa rispetto alla soluzione di una domestica precaria o  “diarista” da chiamare un paio di volte alla settimana per le pulizie e per stirare i panni lavati in lavatrice .Questa soluzione della diarista per le pulizie non risolve però il problema alimentare ed ecco apparire la soluzione : cibi preparati congelati . Questo è il futuro alimentare delle classi medie brasiliane ed anche una opportunità per gli imprenditori piccoli e grandi che sono entrati ed entreranno in questo florido mercato .


Per concludere alcune curiosità : il 27 di Aprile in Brasile si festeggia il giorno della ” empregada domestica ” che tra l’altro è un personaggio sempre presente nelle varie novelle . Addirittura in questi giorni ce n’è una molto seguita dove tra i personaggi ci sono tre domestiche ” le impreguetes ” destinate a diventare famose nel mondo dello spettacolo .

A vida sem empregada doméstica. Pode parecer o título de um filme, mas a ficção hoje se aproxima do dia a dia das famílias brasileiras. Do lado comportamental, os casais estão mais econômicos com a prole. São, no máximo, três filhos. A automação dos eletrodomésticos a cada dia que passa deixa as pessoas mais independentes nas tarefas do lar. Do lado do bolso, aumentaram os custos trabalhistas da contratação de uma doméstica. São novos encargos que pesam no orçamento familiar. Há situações em que fica mais em conta dispor dos serviços avulsos da diarista. Preferência que faz a cabeça do patrão e do empregado. Temas suas vantagens e desvantagens.


A reportagem procurou especialistas em finanças pessoais para saber se vale a pena abrir mão da empregada doméstica e contratar os serviços avulsos. Na ponta do lápis, as planilhas apontam algumas variáveis. Salário mínimo da região, tarifa de transporte público,número de pessoas em casa, idade das crianças e dos idosos. No Sul e no Sudeste, os gastos sãoparecidos porque o salário da doméstica é superior ao mínimo – de R$ 622 – e os encargos crescem. Além disso, os transportes são mais caros e as creches capricham nos preços.


 No Nordeste pode ficar mais em conta manter a doméstica mensalista mesmo com a equiparação dos direitos trabalhistas (PEC 478/2010), que vai incluir o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), as horas extras e o adicional noturno. Isso porque os encargos trabalhistas (INSS, 13º, férias) são calculados em cima do salário de R$ 622.O professor Antônio Vicente Graça, consultor da Anefac e da AVG Consultoria, fez os cálculos e concluiu que o custo com a manutenção da doméstica fica 37,36%mais baixo do que optar pelos serviços avulsos (diarista, creche, passadeira, comida congelada).

Consultor de finanças pessoais, o professor universitário Roberto Ferreira vislumbra a tendência de terceirização do emprego doméstico. “Hoje, a dependência maior é das famílias que têm filhos menores e idosos”. E completa: “Seremos amanhã o que os paísesde primeiro mundo foram ontem. Hoje você não encontra famílias com empregado doméstico nos Estados Unidos.” Ele temo exemplo em casa. Com uma filha adulta, a família substituiu a doméstica por uma diarista duas vezes na semana. 

Presidente da ONG Doméstica Legal, Mário Avelino acompanha a mesma linha de raciocínio. “Com o aumento dos encargos trabalhistas, oempregador vai partir para a diarista e a maior automação da casa.” O especialista prevê também a maior participação do homem nos afazeres da casa e nos cuidados com os filhos. “As mulheres trabalham e as despesas do lar são divididas entre o casal. Por que não dividir as tarefas de casa?”

A PEC 478/2010, que equipara os direitos dos domésticos aos demais trabalhadores, vai acelerar asmudanças. Segundo Avelino, a tendência mundial é a ampliação dos direitos trabalhistas desse empregado. Tendência que é explicitada na Convenção nº 189 da OIT, subscrita pelo governo brasileiro. “O Brasil deve ampliar os direitos, mas reduzir os custos para o empregador.”

Saiba maisCompare os gastos mensais

Empregada fixaSalário: R$ 622,00
INSS (12%): R$ 74,64
Transporte: R$ 100,80
13º salário: R$ 51,84
1/3 de férias: R$ 51,81(cozinheira)
Férias (terço const.): R$ 17,28
INSS sobre 13º e férias: R$ 14,51
PEC 478/2010 – FGTS: R$ 65,41
TOTAL:R$ 998,29

Serviços avulsosCreche: R$ 1.000,00
Passadeira: R$ 176,80
Faxineira: R$ 216,80
Comida congelada: R$ 200,00
TOTAL:R$ 1.593,60

* As despesas com empregada fixa correspondem a 37,36% das despesas com serviços avulsos Fonte: AVG Assessoria/Anefac

Raio x do emprego doméstico no Brasil
Trabalhadores
domésticos 7.223.000
Mulheres 6.719.000
Homens 504.000
Carteira assinada 1.995.000
Semcarteira 5.228.000
Ganha menos de 1 SM 2.095.00
Ganha 1SM 1.443.216
Ganha de 5 a 10 SM 3.867  


Booking.com

3 Commenti

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here