Home News Tratto di autostrada tra DF e MG di oltre 900 Km è...

Tratto di autostrada tra DF e MG di oltre 900 Km è privatizzato : prosegue il Programma di Investimento in Logistica del Governo .

12
0
CONDIVIDI
A Invepar arrematou nesta sexta-feira (27) a concessão do trecho da rodovia BR-040, entre o Distrito Federal e Minas Gerais, no último leilão do Programa de Investimento em Logística (PIL) do ano. O preço de pedágio oferecido foi 61,13% menor que o teto fixado pelo governo.
A empresa vencedora ofereceu uma proposta de tarifa básica de R$ 3,22528, que representa um deságio (desconto) de 61,13% em relação ao teto de R$ 8,29763 por praça de pedágio ou R$ 9,74 para cada 100 quilômetros. A administração do trecho será de 30 anos.
Oito grupos participaram da disputa. A estimativa é que, ao longo de 30 anos, a concessionária vencedora arrecade cerca de R$ 24,7 bilhões.
De acordo com a ANTT, o usuário que passar pelas 11 praças de pedágio que serão criadas no trecho concedido pagará, no total, R$ 35,20. A tarifa será a mesma em todas as praças, já que, segundo agência, as distâncias são iguais.
A BR-040 liga Brasília ao Rio de Janeiro, passando por Belo Horizonte e Juiz de Fora. Segundo a ANTT, em média 7.165 veículos trafegam pelo trecho diariamente.
O trecho que vai do Rio de Janeiro a Juiz de Fora já é administrado por outra empresa. De acordo com o Ministério do Transporte, com esse leilão, toda a extensão da rodovia será administrada pela iniciativa privada.
Dos 936,8 quilômetros de rodovia, 557,2 quilômetros terão que ser duplicados pelo concessionário num prazo máximo de cinco anos. Pela regra, a empresa só pode começar a cobrar pedágio dos motoristas, em toda a extensão da estrada, depois de concluir 10% das obras de duplicação (55,7 quilômetros). Serão implantadas 11 praças de cobrança.
A previsão do governo é que sejam investidos R$ 7,92 bilhões ao longo de toda a concessão. Além das obras de duplicação, o concessionário será responsável pela manutenção da rodovia por investimentos em melhorias.
O grupo vencedor terá, por exemplo, que implementar 15 quilômetros de contornos de municípios em pista dupla, dez quilômetros de vias marginais e nove passarelas. O concessionário também terá que instalar um sistema de controle de tráfego, que inclui painéis de mensagem, controle eletrônico de velocidade e circuito de câmeras de monitoramento; e um sistema de atendimento aos usuários, com socorro médico de emergência, socorro mecânico e pontos de apoio e parada
Fonte : Globo
CONDIVIDI

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here