Home immobili Primi problemi con il programma MAIS MEDICOS

Primi problemi con il programma MAIS MEDICOS

6
0
CONDIVIDI

Due medici spagnoli ed uno columbiano del programma federale MAIS MEDICOS che operavano a Cearà- Mirim hanno lasciato la cittadina e si sono spostati a Natal . Il municipio è stato infatti cancellato dal programma per non aver fornito ai tre medici il supporto minimo per poter lavorare . Una vera vergogna per il prefetto di Cearà-Mirim Antonio Peixoto ed un grave danno per i cittadini che perdono questo importante beneficio . 

Os três médicos estrangeiros, que trabalhavam no município de Ceará-Mirim, irão atuar em três bairros de Natal: Cidade Nova, Santa Catarina e Nova Natal. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (5) pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).


Os três estrangeiros foram recepcionados ontem pela SMSOs três estrangeiros foram recepcionados ontem pela SMS



Os dois médicos espanhóis e um colombiano, formados na Espanha, ainda não receberam o registro profissional emitido pelo Ministério da Saúde, que lhes dará o direito a atuarem exclusivamente no atendimento da Atenção Básica. Por isso, segundo a coordenadora da Estratégia de Saúde da Família da SMS, Marliete Duarte, eles começarão a atuar nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros depois que receberem a capacitação. Ainda não há data de início.

Os três médicos passaram a integrar a rede de Atenção Básica de Saúde da capital dentro do Mais Médicos, do Governo Federal, depois que o município de Ceará-Mirim foi descredenciado do programa. Ontem, os profissionais já tiveram reunidos com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, quando foi definido os seus locais de atuação e início da capacitação sobre o sistema de saúde da cidade.

Descredenciamento
O município foi o primeiro do Brasil a perder o direito de continuar com o Mais Médicos devido a infraestrutura dos postos de saúde. O descredenciamento foi determinado pela Comissão Estadual dos Programas Provab e Mais Médicos da Secretaria da Saúde Pública (Sesap), após uma nova vistoria nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade na última sexta-feira (31).

De acordo com a coordenadora da Comissão, Cláudia Frederico de Melo, não foram constatadas melhorias nos postos onde os três médicos – dois espanhóis e um boliviano – atuavam. A primeira vistoria ocorreu no dia 13 de novembro, após a TRIBUNA DO NORTE mostrar (em reportagem do dia 10 do mesmo mês) os problemas estruturais e de gestão que comprometiam o atendimento dos pacientes, fatos que foram denunciados pelos médicos espanhóis.

A comissão deu um prazo de 90 dias para que Ceará-Mirim se adequasse as exigências, mas o município não conseguiu alugar uma casa para o posto de saúde e nem iniciou a construção de uma nova unidade. Não há previsão de retorno do município ao programa.
Com a incorporação dos três estrangeiros, Natal passa a contar com 81 médicos agregados ao trabalho na Rede Básica de Natal, com intuito de melhorar a qualidade da saúde e aumentar a resolutividade dos serviços. Destes, 24 são do Mais Médicos e 57 do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), programas do Governo Federal.

Diretrizes

O Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país e acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde. Os profissionais do programa recebem bolsa formação de R$ 10 mil por mês e ajuda de custo, pagos pelo Ministério da Saúde. Os municípios ficam responsáveis por garantir alimentação e moradia aos médicos participantes.

Conforme previsto na Lei do Mais Médicos, os profissionais são selecionados para atuar no programa durante três anos. Neste período, os com formação no exterior terão registro profissional emitido pelo Ministério da Saúde, que lhes dará o direito de atuar exclusivamente na Atenção Básica das cidades a que forem designados, com acompanhamento de tutores e supervisores. 

Além disso, todos os profissionais fazem especialização em Atenção Básica, oferecida pela Universidade Aberta do SUS (Una-SUS), na modalidade de educação à distância. 


Booking.com
CONDIVIDI

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here