Home immobili Misterioso omicidio suicidio ad Ipanema . La vittima ,un impresario tedesco ,...

Misterioso omicidio suicidio ad Ipanema . La vittima ,un impresario tedesco , forse ucciso dalla fidanzata suicida .

11
17
CONDIVIDI

O empresário alemão, naturalizado suíço, Stefan Krause, de 49 anos, foi encontrado morto em sua cobertura, na Rua Barão da Torre, em Ipanema, na manhã deste sábado. O corpo foi descoberto logo após uma mulher, que se chamaria Juliana Silva, de 30 anos, ter caído do mesmo apartamento, no quinto andar, por volta das 7h30m. Sua queda foi amortecida pela fiação da rua e ela chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do Hospital Miguel Couto.

A mulher é suspeita de ter matado Krause, que era empresário do zagueiro Dankler, do Botafogo, e de Danilo, volante do Vasco. A Polícia Civil ainda investiga a causa das mortes de Krause e da mulher. As primeiras informações eram de que o empresário teria sido esfaqueado por Juliana que, logo em seguida, teria se suicidado. Porém, no apartamento, a perícia apreendeu um revólver calibre 22. A arma estaria com duas cápsulas deflagradas.

O corpo da mulher foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal, no Centro, para identificação assim que a morte foi constatada. O de Stefan foi retirado do apartamento por volta do meio-dia e levado para o mesmo local, para ser necropsiado.

O zelador do edifício ao lado, que se identificou como Daniel, contou ter visto o momento em que a mulher subiu no parapeito da janela do apartamento.

– Eu estava aqui fora (na calçada) e vi a hora em que ela subiu na beirada. Foi muito rápido: simplesmente abriu os braços e se jogou. Mas a fiação da rua a segurou e uma ambulância foi chamada – disse Daniel.

O zelador conhecia o casal e disse que os dois estavam juntos há algum tempo, mas brigavam muito. Na sexta-feira à noite, ele os teria visto discutindo na rua, antes de subirem para casa. Um amigo do empresário disse que ele havia chegado há dois dias da Alemanha, onde tinha ido visitar a família.

Já o porteiro do prédio onde o casal morava contou à polícia que um funcionário do turno anterior viu Krause pegar objetos que seriam de Juliana e colocá-los na portaria dizendo que queria que a mulher fosse embora.
– Ela não morava aqui do lado, mas vinha com frequência. Falaram que ontem à noite ele colocou as coisas dela para fora e eles brigaram. Ele saiu e quando voltou perguntou ao porteiro se ela ainda estava lá. Disseram que sim, o Stefan subiu e eles ficaram lá no apartamento a noite toda. Hoje de manhã ninguém ouviu nenhum barulho, nada – detalhou Daniel.

O empresário estava há mais de dez anos no Brasil, segundo seu advogado, Marcos Motta.– Ele era supertranquilo, educado. Agora, estamos vendo junto ao consulado e à família o que será feito: se o corpo será enviado para a Alemanha ou se será velado aqui – explicou.

No local do crime, dois funcionários do consulado acompanharam a perícia, mas não quiseram fazer comentários ao deixar o prédio.Fonte : Globo 

CONDIVIDI

17 Commenti

  1. è spesso difficile liberarsi di una brasiliana che non ci aggrada più. è che loro sono molto egoiste, hanno fatto il loro piano pluriennale (di scucirti soldi) e non accettano di essere licenziate dopo tutto quel sacrificio… perchè spesso per loro stare con te è un lavoro/sacrificio/sofferenza (ma parlano di ammmoooreeee) volto al guadagno futuro.
    poveracce, sono malate mentali perchè solo un malato mentale riesce a vivere così…
    allora a volte per liberartene devi dargli una lauta liquidazione.
    ma io ho elaborato un sistema infallibile per liberartene gratis:
    1) non ti fai più la doccia (almeno in loro presenza)
    2) in sua presenza in camera da letto fumi un sacco di sigarette
    ahahah!
    lucio.

  2. la capacità Latino Americana di vivere sulle spalle del prossimo è da medaglia d'oro…..sono certo che questo povero Cristo ha anche mantenuto parte se non tutta la famiglia della sua compagna che ora andranno alla ricerca di nuova fonte di risorse per continuare a fare nulla o meglio……a bere, estasiarsi e mangiare!

    • provocazione giusta……a volte me lo chiedo anche io poi quando penso all'Italia mi si sprofondano ancora piu' le radici in questo Paese complicato ma ambientalmente e naturalisticamente stupendo. Qui cmq abbiamo prodotto gli anticorpi a queste questioni femminili.
      PS: il mio "costoso" divorzio è stato in Italia con una Italiana d.o.c.g. Qui, sposatomi nel 1997….al momento tutto tranquillo e tutt'ora innamorato ed attratto fisicamente da mia moglie. Altro che crisi del 7° anno. Quindi: se fai una buona scelta (anche fortunata) riduci sempre il rischio.

    • le italiane… auguri!
      almeno se mi separo con una brasiliana e mi fotte casa c'ho perso 30.000 euro… in italia 300.000…
      lucio.

    • sono sempre stato favorevole alle sintesi pragmatiche. La sua sintesi, gentile Sig. Benedetto, nel suo estremo pragmatismo è però molto riduttiva e, quindi, offensiva oltre che "machista" come definiscono qui in Brasile i puttanieri.

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here