Home lavoro I politici rubano … ma i cittadini non sono da meno

I politici rubano … ma i cittadini non sono da meno

13
3
CONDIVIDI

Furti di materiale di costruzione dai cantieri pubblici ( che a dire il vero non sono assolutamente controllati ) e furti di cavi elettrici sono all’ordine del giorno a Natal provocando gravi danni alla popolazione . Solo di cavi e luminarie è stato calcolato un danno di 250 000 reais solo questo anno .

Nel frattempo in centro cittadino piomba nella totale oscurità ogni notte minacciando ulteriormente la sicurezza sulle strade cittadine . 

La soluzione a mio parere non è aumentare le squadre di poliziotti o collocare altre centinaia di telecamere oltre quelle già installate e pagate dai contribuenti . Basterebbe che quelli che vengono presi in flagrante fossero realmente e severamente puniti .

Lo stesso vale per assalti e furti nei stabilimenti commerciali . Il problema è che la polizia li prende ed i giudici li liberano . Pertanto è una guerra persa per definizione . Ecco perchè in alcuni quartieri più ” liberali ” la gente si fa giustizia da soli e di tanto in tanto , anzi spesso , vengono giustiziati  ladruncoli , spacciatori , stupratori ( quelli poi la popolazione se li prende prima della polizia li massacra di botte ) . 

O roubo de equipamentos de iluminação pública já gerou prejuízo de pelo menos R$ 250 mil este ano, segundo a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur). Refletores, luminárias, cabos de iluminação e projetores são subtraídos das vias públicas, seja à noite ou à luz do dia. 
De acordo com a Semsur, no início do ano, um único roubo de fios de iluminação da Ponte Newton Navarro causou prejuízo de aproximadamente R$ 70 mil. Também foram constatados roubos dos “braços” que sustentam as luminárias nos postes. 

Para evitar que esses roubos e outras ações criminosas ocorram, a Guarda Municipal e Polícia Militar deveriam atuar de forma ostensiva. Mas, em Lagoa Nova, uma das áreas onde esses grupos mais atuam, o efetivo para policiamento ostensivo destinado pelo batalhão de área é de sete policiais. Da Guarda Municipal, 18 agentes atendem a demanda da capital potiguar em seis viaturas.

O major Eriberto Rodrigues, comandante do 5º Batalhão da PM, que atende a zona Sul, explica que o bairro de Lagoa Nova é atendido por duas bases policiais (uma próxima ao restaurante Bidoca e outra à Ceasa). Essas duas, com dois policiais cada, contam com uma única viatura, que circula com três PMs. Os veículos fazem rondas 24 horas nos bairros, enquanto os postos policiais funcionam da manhã até a noite.

Sobre roubos de equipamentos de iluminação pública, o major conta que, na quarta-feira passada, durante o jogo entre América e Fluminense, na Arena das Dunas, um homem foi flagrado roubando material do canteiro central da BR-101, próximo a Potilândia. “Começamos uma diligência atrás do suspeito, mas ele estava de roupa escura e quando entrou em uns matos do Centro Administrativo perdemos de vista e não conseguimos prendê-lo”, relatou.

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), Paulo César Ferreira, a Guarda Municipal prendeu uma pessoa, há cerca de 10 dias, próximo ao viaduto de Ponta Negra e outra, na sexta-feira passada, na Prudente, ambas por roubo de iluminação. Também foi recuperado material no Mercado da avenida 4 e devolvido à Semsur. O último flagrante da Guarda Municipal foi no dia 15 de julho, quando constatou dois homens roubando luminárias na rua Eletricista Elias Ferreira, em Candelária.

No último domingo, por volta das 6h20, segundo relato de um jornalista, que terá sua identidade preservada, dois homens roubavam refletores no canteiro central da Prudente de Morais, entre os cruzamentos com a rua Antônio Basílio e avenida Bernardo Vieira. Ao longo da via, principalmente nesse trecho, é possível constatar diversas árvores com fios pendurados, sem os refletores.

O comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Wellington Alves, disse não saber de nenhuma prisão. Sobre a atuação ostensiva da PM, coronel Alves afirma que a atividade é realizada por PMs em viaturas e motos. “A média são cinco viaturas por batalhão de área, sendo quatro em Natal, um em Parnamirim e outro em Macaíba”. Ele acrescenta que também há reforço dos batalhões especiais como a Rocam (15 a 20 trios de motos diariamente), BPChoque, Cavalaria e Bope.

A Guarda Municipal tem seis viaturas, com três agentes cada, fazendo trabalho ostensivo. Somado ao comando e apoio, o efetivo chega a 30 agentes. Sem previsão de ampliar o efetivo, o titular da Semdes diz considerar remanejamento de pessoal, do administrativo para o operacional. Do total de 493 agentes, cerca de 148 (30%) trabalham em expedientes de 24 horas nos veículos.

Fonte : Tribuna do Norte 
CONDIVIDI

3 Commenti

  1. ciao antonio,
    almeno in brasile rubano i brasiliani..in itlia ed europa in generale,il furto di materiali e sopratutto rame e un mercato in mano a bande dell'est.e un problema globale e sicuramente la "mano morbida" dei giudici non aiuta ne in brasile ne tantomeno in italia.
    saluti
    francis

  2. Concordo con francis qui rubano perfino nei cimiteri le cose di rame !
    Colgo l'occasione per farti gli auguri per il nuovo arrivato in famiglia Antonio anche se in ritardo ma purtroppo ora seguo poco il blog con la scusa che sono ancora in ospedale il 22 di questo mese sono tre mesi ma dovrei uscire il 19/20.
    Ciao a tutti Stefano.

    • Per curiosità sono andato a vedere quanto pagano per 1Kg di rame usato : 4-5 euro ( Rame nuovo costa il doppio ) . Questo spiega il furto dei cavi elettrici e degli oggetti in rame , è sicuramente meglio che raccogliere lattine tutto il giorno .
      Grazie Stefano per gli auguri che ricambio . Il bambino è nato in anticipo ed anche lui è in ospedale per guadagnare peso . Io vado tutti i giorni per accompagnare la mamma che lo allatta . Volevo approfittare per ringraziare il personale della PROMATER di Natal per la dedicazione e la professionalità dimostrate .

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here