Home News Italobrasiliano arrestato al Vaticano finisce in ospedale psichiatrico

Italobrasiliano arrestato al Vaticano finisce in ospedale psichiatrico

8
0
CONDIVIDI

Dopo 17 anni l’italobrasiliano Luis Carlo Gianpaoli di 44 anni , single e senza figli ,ottiene finalmente il riconoscimento della cittadinanza italiana e ritorna , non come turista ma come cittadino ,nel Belpaese  precisamente a Roma .


Quì però scopre che la realtà è ben differente da quanto aveva probabilmente immaginato durante questi anni . L’ex – infermiere ed ex chef di sao Paulo pensava forse di trovare a Roma gente che lo aspettava a braccia aperte .

Non sappiamo come e perchè ma lo ritroviamo dopo qualche giorno dall’arrivo nella Basilica di San Pietro , praticamente nudo con il classico zainetto  che ad alta voce urla la sua rabbia contro la mancata solidarietà dei romani che lo hanno lasciato a dormire per strada . Il resto della storia la lascio all’articolo del Globo .


O brasileiro Luis Carlos Giampaoli, de 44 anos, que foi detido ao entrar pelado na Basílica de São Pedro, no Vaticano, está internado em um hospital psiquiátrico na Itália e voltará ao Brasil, afirma o irmão Alexandre João Paulo, de Cerquilho (SP). Giampaoli está em um hospital em Roma desde que invadiu nu a basílica em 4 de janeiro, confirma o irmão.

Alexandre diz que conversou com o irmão nesta terça-feira (12), mas que não falaram sobre o assunto. A volta ao Brasil não seria por deportação, isto é, por obrigação. “Falei só um pouco com ele, a ligação teve que ser bem rápida no hospital. Ele disse que está bem, que está tranquilo. Contou que o Consulado do Brasil o está acompanhando e falou que está ajeitando as coisas para voltar, mas não comentou quando será o retorno. A volta é uma opção dele”, conta.

O Itamaraty foi procurado nesta terça-feira (12), mas não comentou sobre o retorno de Giampaoli ao país. O órgão reforçou apenas que o Consulado do Brasil na Itália acompanha o caso.

Entenda o caso


Luis Carlos Giampaoli entrou pelado na Basílica de São Pedro em 4 de janeiro, dias depois de chegar à Itália.
A invasão foi filmada por um turista. No vídeo, ele parece desorientado, usa apenas meias, tênis e carrega uma mochila preta. Giampaoli levanta os braços e grita que não há solidariedade em Roma, dizendo que demorou 17 anos para conseguir a esperada cidadania italiana e que teve que dormir nas ruas.

Ele caminhou nu pela nave da Basílica e se aproximou do Baldaquino sobre o Altar Papal, até que foi contido por seguranças, que o cobriram com um casaco.

Segundo os irmãos, ele é solteiro e não tem filhos. Ao todo, a família é composta por sete irmãos. A maioria vive em Laranjal Paulista (SP), onde os pais de Luis, já mortos, viveram. Alexandre explica que o irmão tem o sobrenome diferente porque foi corrigido. “O certo da família é Giampaoli, mas aqui no Brasil, desde a época do meu avô, erraram o sobrenome e todos nós ficamos como o sobrenome João Paulo”, explica.

Em entrevista ao G1 em 6 de janeiro, a irmã Claudia João Paulo contou que Giampaoli se mudou para São Paulo (SP) há alguns anos e que sempre estudou muito. “Foi técnico de enfermagem e trabalhou em diversos hospitais da capital, como o Hospital das Clinicas e o Hospital São Paulo. Já fez gastronomia e também trabalhou como chef, chegou a cozinhar para o governador do estado. Também já fez curso de teatro lá em São Paulo. Ele é muito estudado, muito inteligente, não sei por que fez isso”, questionou na época.

Fonte : Globo

Booking.com
CONDIVIDI

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here