Traduzione dal portoghese: Italiano IT Português PT
Home immobili Il mercato approva la crisi brasiliana : la borsa chiude con il...

Il mercato approva la crisi brasiliana : la borsa chiude con il maggiore incremento degli ultimi sette anni : + 6,6%

7
5
CONDIVIDI

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em forte alta, a maior em sete anos, reflexo do agravamento da crise política após a divulgação de conversas telefônicas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravadas no âmbito da operação Lava Jato e a suspensão de sua posse como ministro da Casa Civil. Bancos, Petrobras e Vale sustentaram o avanço.

O principal índice de ações da bolsa subiu 6,6%, maior alta diária desde 2 de janeiro de 2009, quando avançou 7,17%, segundo a provedora de informações financeiras Economatica.

O índice encerrou o dia aos 50.913 pontos. É o maior patamar desde 22 de julho de 2015, quando o Ibovespa terminou aos 50.915 pontos.

Na semana, a bolsa sobe 2,5%. Em março, acumula ganho de 18% e, em 2016, avanço de 17,4%.

O mercado também reagiu à abertura dacomissão que votará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff e à decisão que barrou a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil.

Entre as gravações divulgadas, está conversa com a presidente na qual ela diz que estava enviando um emissário para entregar a Lula o termo de posse no comando da Casa Civil da Presidência para ele usar “em caso de necessidade”.

Segundo a Reuters, os investidores entendem que os últimos desdobramentos elevam a probabilidade de um impeachment da presidente, o que faz a bolsa subir. Para o mercado, mudanças nas perspectivas econômicas do país passam por um troca do governo, avalia a agência.

“O Brasil viveu ontem o auge da sua crise política. Hoje o mercado deve precificar tudo o que aconteceu nessas últimas horas”, destacou o Credit Suisse em nota a clientes, segundo a Reuters, citando que o iShares MSCI Brazil Capped ETF, fundo de índice com ações brasileiras no exterior, subiu quase 6% após o fechamento do pregão regular.

Dólar


O dólar fechou em baixa pelo segundo dia consecutivo nesta quinta-feira (17), com investidores apostando mais forte na eventual troca de governo após a divulgação de conversa entre Lula e Dilma. A moeda norte-americana caiu 2,3%, vendida a R$ 3,6533.

Destaques do dia


O Banco do Brasil saltou 14,37%, a segunda maior alta do Ibovespa. Foi o maior avanço desde o dia 4 de novembro de 2008, quando as ações do banco subiram 15,64%, segundo a Economatica.

Bradesco também teve o maior avanço desde esta data, fechando com alta de 12,08%. Itaú subiu 10,92%, reforçando a trajetória positiva no Ibovespa, dado o peso relevante no índice.

Petrobras mostrou as preferenciais em alta de 12,03% e os papéis ordinários, 8,75%, também sensíveis ao noticiário político, tendo ainda como pano de fundo o avanço do petróleo no exterior.

Vale teve as ações preferenciais de classe A com avanço de 3,7%, em meio à alta dos preços do minério de ferro. Também esteve no radar reportagem de O Estado de S.Paulo de que empresa pode reduzir à metade a produção de minério de ferro em Minas Gerais.

Sessão anterior


Na véspera, o principal índice de ações da bolsa paulista subiu 1,34%, aos 47.763 pontos. Na mínima, o índice caiu 1,29%. Na máxima, subiu 1,44%.

Fonte : Globo

CONDIVIDI

5 Commenti

  1. Credo ci sia poco da esultare . Le imprese hanno ottenuto contratti milionari fino a che Lula ed i suoi erano al governo . I prossimi a governare ruberanno di meno ? Guardando a cosa è successo in Italia dopo Mani pulite non direi .Ciò che sicuramente accadrà è che molte imprese brasiliani profittevoli passeranno di mano e forse qualche magistrato passerà in politica .

  2. Ma và? Che strano! Gli "speculatori" finanziari mondiali approvano la crisi politica brasiliana? Non l'avrei mai detto …. E' vero, anche chi giustamente protesta per la corruzione dilagante ha poco di cui gioire quando leggiamo questo:
    “Serve una giunta militare, per eliminare la corruzione”, spiega un ex ufficiale in pensione che sfila in divisa sulla Avenida Paulista insieme alle migliaia di manifestanti che chiedono, da giorni, la decadenza della presidente Dilma. Non un militare qualsiasi ma il nipote del generale Mascarenhas, a capo del contingente brasiliano che ha combattuto in Europa durante la seconda guerra mondiale. E i simboli patriottici da queste parti quasi sempre pesano. E’, probabilmente, solo l’inizio di un crescendo dove rischiano di saltare tutte le regole."
    Fonte: Il Fatto Quotidiano di oggi.

  3. e` scandaloso come stanno tritando la Costituzione e da fuori Brasile tutto tace, non arrivano forti prese di posizione contro i metodi di Moro il Giustiziere Nero,Rede "golpe"Globo ,Judiciario senza limiti e confini,intercettano Presidenti in carica,avvocati,e poi passano tutto alla stampa truffaldina in tempo per fare il danno massimo.Fanno la spia! Mani Pulite erano dei gran signori del diritto a confronto,il far west dei DiPietros Brasileiros la dice lunga sulla parzialita`politica e mancanza di etica/morale di chi ha potere da queste parti, piu banditi dei banditi.Povero Brasile.Intanto gli inviati di giornali/tv europei tranne ElPais fanno i riassuntini da stanza di hotel,guardando gli acefali che si credono "informati" in sfilata nella Paulista .Approfondimento zero. Comunita` internazionale assente, vergogna!

    https://theintercept.com/2016/03/18/o-brasil-esta-sendo-engolido-pela-corrupcao-da-classe-dominante-e-por-uma-perigosa-subversao-da-democracia/

LASCIA UN COMMENTO

Please enter your comment!
Please enter your name here